Skip to content

Citações

14 abril, 2008

“Por que não pensar no alerta da comunidade científica sobre os cuidados a tomar no caso das plantações extensivas de eucaliptos? Essa ‘planta beberrona’ não agravará as secas na fronteira? Com banhados e restingas secas, o que será da fauna nativa, das emas às lebres ou dos pássaros do pampa? Ou da flora que compõe a medicina caseira do gaúcho e tem uma biodiversidade ainda pouco estudada?

Não toco no desaparecimento do gaúcho bom de laço, substituído pelo lenhador exímio na motosserra. A modernidade modificou a sociologia (o jipe 4 X 4 em vez do cavalo) e me conformo. Mas e o impacto ambiental?”

Flávio Tavares, Zero Hora, 13.04.08

——

“A questão da reparação foi tratada de formas diferentes quando acabou o último ciclo dos governos militares na América do Sul. No Chile, Pinochet foi ameaçado até morrer com processos, para que pagasse pelo menos judicialmente pelos anos de repressão e terror que comandou. Na Argentina, a responsabilização criminal de torturadores e seus mandantes, dos tempos da ditadura se repete. No Brasil, preferiram a anistia.”

L. F. Verissimo, Zero Hora, 14.04.08

Anúncios
One Comment leave one →
  1. 14 abril, 2008 18:05

    Como dizia o sábio: “quem sabe, sabe”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: