Skip to content

O sonho

20 julho, 2008

Sonhei que eu era o Harry Potter e estava enfrentando o Voldemort. O Voldemort tinha raptado a Naty Leal e estava transformando-a em seguidora dele. Ela estava ficando má e toda desfigurada, meio preta. Mas não queria ser má (ou não queria ficar feia, vai saber), e resolveu se revoltar contra ele, mas não tinha força. Ele perguntou qual membro dela o Harry Potter (no caso eu) já tinha amputado. Ela disse que nenhum, porque ele (eu) não amputava nada de ninguém. E disse pro Voldemort que ele podia matá-la, porque ela não queria ser má. Mas ele decidiu amputar metade da perna da Naty. Quando ele estava começando a cortar, eu cheguei e mandei-a, através de magia, pra enfermaria, onde ela seria tratada. Hogwarts estava quase vazia, só tinha alguns amigos do Harry (meus) e a enfermeira, q tava meio dominada pelo mau. Mas de alguma forma a Naty se recuperou.

Outra cena: eu conjurando um patrono (o veado aquele do Harry Potter – não que o Harry Potter seja um veado, mas o patrono dele é) contra o Voldemort, e os nossos patronos se enfrentando. Só que eu estava bem perto do Voldemort e ele começou a me fazer cosquinha. Me desconcentrei e perdi meu patrono. Chegaram outras pessoas e tentaram me ajudar, mas ninguém mais conseguia fazer magia, porque estava chovendo pra cima. Foi o que disse a enfermeira má.

Outra cena: continua chovendo pra cima. Eu estou na escadaria da Borges. Mas eu sou o Harry Potter, não posso simplesmente andar pela escadaria. Então eu a escalo pelo lado de fora. Eu vou de um lado a outro da escadaria, mas, em vez de subir as escadas, eu escalo. Nas escadas está o Alexandre e mais algum personagem do livro. Do lado de fora da escadaria tem uma estante enorme com diversos livros. São meus, e eu recém organizei-os. Me conscientizo que eu vou ter que derrubar alguns pra conseguir me equilibrar, me segurando na estante. Derrubo o mínimo possível e, sempre que eu posso, coloco-os de volta no lugar. Termino a escadaria e encontro o Alexandre e o outro cara.

Outra cena: estou em casa. A Bida terminou minha estante e me levou lá. Não ficou exatamente como eu queria, mas não dá tempo de discutir isso agora, porque tenho que derrotar o Voldemort. Só comentei com a minha mãe o negócio da estante e me fui. Mas continuava chovendo pra cima e eu não conseguia conjurar o maldito patrono.

Acordei. Eu sei que frustrei as expectativas dos que estavam lendo, com uma história sem fim, mas eu estou só narrando o q aconteceu, não inventei nada e acordei antes da história terminar. Para saber mais, leiam o livro ou aguardem o próximo sonho.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. 21 julho, 2008 02:55

    “Só que eu estava bem perto do Voldemort e ele começou a me fazer cosquinha.”

    Como assim frustrou as expectativas?
    Essa frase valeu a história.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: