Skip to content

Algumas citações

4 dezembro, 2008

De novo, venho meio atrasada, mas não dá pra evitar de postar aqui uma citação da Zero Hora do dia 30 de novembro. A fala é da nossa governadora que foi entrevistada muito gentilmente pelo nosso jornal. Cada pergunta dizia mais ou menos assim “Qual das suas maravilhosas ações de governo a senhora gosta mais?”. Tipo brincadeira de criança, sabe? E ainda assim, com tanta colher de chá, ela conseguiu soltar a seguinte frase, que pra mim demonstra muito do seu novo jeito-super-democrático de governar:

“Às vezes, as pessoas não querem muita abertura. Preferem que alguém decida por elas por ser uma coisa muito impopular.”

Em seguida, tem uma matéria meio confusa, que é pra ser sobre a Yeda, mas é, na verdade, sobre um monte de coisas. Lá no meio, está a declaração de dom Dadeus Grings, arcebispo de Porto Alegre, sobre o que se comentava em Roma sobre o golpe de Estado brasileiro naquele início de abril de 1964.

“Quando as forças de Minas Gerais e do Rio se encontraram, cortaram-se as comunicações. Os italianos calculavam quantos teriam morrido. Não morreu ninguém. E eu tive de explicar a eles o jeitinho brasileiro.”

É isso aí, o golpe militar nada mais foi do que um “jeitinho brasileiro”, nas palavras de dom Dadeus. Ah, esse cara, que defende o papa Joseph Ratzinger, é fonte de inspiração da governadora, seu conselheiro político. Está lá na matéria.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: