Skip to content

Políbio Braga

11 dezembro, 2008

polibioCês tão sabendo da história do coronel Mendes, que pediu ajuda a um investigado da Operação Rodin pra conseguir o cargo de comando da Brigada Militar, né? Bom, se não estão, leiam aqui.

Fiquem já sabendo que o relatório da Polícia Federal diz que foi pedido ao jornalista Políbio Braga que fizesse uma nota falando mal do MST pra mostrar que o negócio – na verdade o estado – estava uma zona sem a presença do coronel Mendes. Era época da ocupação da Fazenda Southall – que agora foi vendida pra União (tinha umas dívidas e tal) e vai assentar diversas famílias – e a idéia era que se falasse bem mal da “invasão”, pra mostrar que o Rio Grande do Sul era praticamente um estado sem lei. Tudo isso por causa da ausência do coronel Mendes, repita-se.

Pois bem. A Zero Hora foi entrevistar o Políbio – o mesmo aquele que tirou A Nova Corja do ar por uns tempos e depois perdeu o processo – e eis sua resposta (grifos meus):

“Recordo dessa nota, mas não lembro da circunstância em que botei, porque eu gosto de tocar o pau no MST. Essa nota não tem fonte, sou eu mesmo. No blog (ele tem um blog, mas não vale a pena conhecer) tenho certeza de que saiu. Se saiu no impresso não recordo. Com certeza não houve interferência absoluta de ninguém, pois costumo atacar o MST e defender o coronel.”

Bom, realmente não dá pra dizer que ele não mostra seu lado. É uma pena só que esse tipo de lado seja o mais influente.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: