Skip to content

Míriam Leitão e suas bizarrices

29 setembro, 2009

Não sei por que eu ainda me surpreendo.

No Bom Dia Brasil de hoje, Míriam Leitão, pra variar, fez seus comentários reacionários. Mas eles eram tão reacionários quanto incongruentes hoje de manhã.

Por exemplo: “A atuação do Brasil em Honduras está sendo muito boa, mas por que não fez a mesma coisa na Venezuela quando o presidente Hugo Chávez fechou os jornais? E por que não fez a mesma coisa na Argentina quando a Cristina Kirchner tentou censurar o Clarín?”.

Preciso explicar que uma coisa não tem nada a ver com a outra? Parece que ela está se referindo a países que sofreram, todos da mesma forma, porque seus governos cercearam a liberdade de imprensa. E só fizeram isso.

Primeiro, em Honduras toda a imprensa está realmente censurada. Na Venezuela, o que se fez foi não renovar a concessão vencida de um canal de televisão que mente descaradamente. Ou seja, que não faz jornalismo. A Globo morre de medo que se possa pensar em fazer alguma coisa parecida por aqui, então melhor descer o pau. Na Argentina, a presidente está brigando contra o monopólio, o que é extremamente saudável para a democracia. Democracia pressupõe pluralidade, diferenças de opinião, espaços iguais.

Segundo, em Honduras, houve um golpe de Estado. Não é apenas a imprensa que sofre, quase todas as liberdades estão cerceadas. O presidente em exercício não é o presidente do país, o que justifica toda a atuação do Brasil, na defesa do respeito ao presidente eleito, à democracia, em suma. Argentina e Venezuela estão na sua mais perfeita ordem, com presidentes legitimamente eleitos e tal. Ou seja, situações completamente distintas.

Mas nada disso é novidade. A Míriam Leitão sempre me impressiona com a quantidade de besteiras que ela é capaz de dizer. Todas de direita e muito forçadas. Sempre, em todos os seus comentários, na TV e n’O Globo.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. alexandre alves permalink
    29 setembro, 2009 13:06

    Veja bem, não importa a forma, o momento politico, o viés partidário, ou a justificativa. Censura é censura e deve ser repudiada sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: