Skip to content

Tudo tem limite

4 outubro, 2009

Concordo, tem que lutar contra certos abusos, defender suas causas, reivindicar, criar organizações, movimentos, agregar pessoas.

Mas tudo tem limite, e às vezes as pessoas ultrapassam o bom senso. Essa de processar o Gabriel García Márquez por apologia à prostituição infantil por ele ter vendido os direitos de Memória de Minhas Putas Tristes para fazer um filme é demais. A iniciativa foi da ONG Coalizão Regional Contra o Tráfico de Mulheres e Meninas na América Latina e Caribe (CATW-LAC).

É preciso cuidado pra não ficar cego tentando enxergar demais.

A informação é da Folha de S.Paulo.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Ines permalink
    5 outubro, 2009 00:23

    O excesso de “politicamente correto” é uma forma pérfida de preconceito e de ignorância. Esta Ong mexicana está atrás de publicidade.

  2. 5 outubro, 2009 12:19

    q caras-de-pau. lamentável…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: